A Arte do Crossover no WoD - Parte II: Múmias entre Vampiros.


Olá colegas do equilíbrio, Asurk III na área e que área perigosa meus amigos! Não é tarefa fácil caminhar entre esses vampiros, muitos deles são mais traiçoeiros do que se possa imaginar. Entretanto, eu poderia converter umas palavras de efeito dizendo-lhes que muitas vezes Maat escreve certo por linhas tortas. Isto significa que muitas vezes há esperança na nossa causa, e converter nossos inimigos pode significar uma vitória para a balança. Se não é demais para você o ultimo jargão, aquele outro sobre manter os inimigos mais perto ainda, pode vir a calhar, afinal a nossa luta contra o corruptor por muitas vezes é complexa e precisamos compreender melhor contra o quê/ou quem estamos lutando. 


Parte II: Múmias entre Vampiros



Uma múmia pode muito bem zombar das alegações de um vampiro sobre “imortalidade”. Vampiros realmente morrem, eles simplesmente não fazem isso de forma natural. Eles não podem se levantar de suas próprias mortes, novinhos em folha, e eles não sabe, nada sobre Duat e menos ainda sobre Maat. De fato, a maioria dos vampiros está cometendo violações de todas as leis que os Renascidos (especialmente os Amenti) existem para preservar. A primeira vista, parece que os vampiros são ótimos oponentes para múmias (e isso é verdade), mas por que uma múmia se associaria a qualquer um dos filhos de Caim?


Uma Razão possível é a esperança, que também acontece com um dos principais temas de múmia. Talvez as temáticas não sejam apenas a preocupação do Narrador). Se uma múmia tem alguma razão para acreditar que os vampiros têm uma chance de redenção, ela pode tentar trazê-los para a harmonia com Maat. Afinal de contas, não é completamente fora de questão para os vampiros se alimentarem como devem e ainda seguir as leis do Equilíbrio.

A múmia pode entrar no grupo sob o disfarce de outro vampiro (difícil de decifrar) ou um feiticeiro mortal de algum tipo (como, afinal de contas, os vampiros saberão a diferença?). Ela pode até mesmo ser completamente honesta sobre suas origens, especialmente se o grupo incluir Membros Egípcios que possam ter algum tipo de estrutura de referência. O perigo é que, no entanto, os vampiros mais propensos a ter tal estrutura são os seguidores de Set, e eles não são susceptíveis de olhar favoravelmente sobre a múmia, independentemente de suas intenções.


Seja qual for a história do seu disfarce, o papel da múmia no círculo social é de consciência coletiva - lembrando aos vampiros que as pessoas sobre quem eles se alimentam são pessoas, não refeições móveis, e mantê-los em contato com qualquer Humanidade que esteja neles. As múmias também estão em uma posição única para oferecer pontos de vista sobre o que acontece depois da Morte Final, tendo passado por elas mesmas, e seus relatos sobre o Duat podem assustar qualquer vampiro a reconsiderar seu estilo de vida. 

Uma palavra de advertência para o jogador que interpretaria tal personagem: Assim como na vida real, as pessoas geralmente não querem ser salvas, e elas não querem ser informadas de que não estão levando uma boa vida (ou não vivem ), particularmente do ponto de vista espiritual. A maneira de contornar essa atitude é dar o exemplo e falar em parábolas, em vez de dizer: "Você não deve se alimentar dessa criança porque vai para o inferno"                                                                      



Uma razão menos moralista para uma 
múmia viajar entre vampiros seria conhecimento. Muitos Membros têm (ou têm acesso, através de outros vampiros) armazenamentos de informações históricas e ocultas que os Amenti podem achar muito úteis. É claro que nenhum vampiro digno do título fornece tais informações gratuitamente, e o jogo subsequente de troca de favor e " tomar uma coisa por outra" pode facilmente alimentar uma crônica por si só. A Múmia nesta situação deve ter muito cuidado para permanecer fiel a Maat mesmo enquanto negocia com os mortos-vivos a serviço de um objetivo mais nobre. As perguntas devem importuná-la constantemente, como: "A informação ou o poder que vou obter valerão o que terei que fazer para obtê-la?" E "Mesmo que eu me afaste, se esse vampiro descobrir que eu queria informação, ele voltará para me assombrar?”.


Se o conhecimento ou a busca dele é o que mantém o grupo unido, o círculo provavelmente terá uma dinâmica muito profissional - eles não estão juntos por motivos pessoais, eles estão juntos para atingir um objetivo . Essa dinâmica provavelmente deve mudar, no entanto, à medida que a múmia aprende mais sobre seus companheiros e seus planos. O que, por sua vez, nos leva a uma terceira razão para uma múmia se associar com vampiros. O morto-vivo e o Renascido compartilham muita história desagradável, e o Tem-akh deve lembrar-se bem dos sanguessugas e querer vingar-se. 

Da mesma forma, vampiros de todas as idades matam um grande número de pessoas, e é totalmente possível que uma múmia tenha passado pela Segunda Morte sob as presas do vampiro ou como parte do esquema de um vampiro. Dita múmia pode muito bem desejar vingança ou até mesmo ter o objetivo mais nobre de proteger outros mortais do mesmo destino. Trazer ruína para os vampiros envolve entrar entre eles, no entanto. (Destruí-los aleatoriamente significa eliminar os estúpidos, visíveis, e isso não faz muito bem a longo prazo). 


Uma múmia em um grupo de vampiros pode estar lá apenas para obter informações sobre os Senhores e superiores com o objetivo final de vê-los reduzidos a cinzas. Isso significa que o personagem está efetivamente vivendo uma mentira (o que pode colocar a múmia em conflito com Maat, dependendo de seu Equilíbrio) e requer enganar e eventualmente matar os outros personagens. 


Esse tipo de duplicidade dificilmente está fora de lugar em uma crônica de vampiro, é claro, mas o personagem da múmia precisará de uma história de disfarce apropriada para explicar por que ela está com o grupo para começar. O personagem também precisa ser muito cuidadoso com o que ela pretende em seus objetivos. E suponha que um dos personagens exiba um interesse honesto (ou aparentemente honesto) na redenção? Isso mudará o foco da múmia, ou ela acredita que o único curso viável de ação com os mortos-vivos é destruí-los?



Dicas de como sobreviver entre Vampiros


Associar-se a vampiros é um negócio arriscado. Disciplinas à parte, os mortos-vivos demonstram força, velocidade e ferocidade que podem levar uma múmia a um ciclo de morte antes que ela saiba o que a atingiu. Pior ainda, as múmias não são totalmente imunes à emoção e à manipulação da mente que muitos vampiros exibem. Para algumas das chances quando uma múmia se junta a um círculo de vampiros, considere o seguinte:


Muitas das Hekau permitem que o Renascido aumente suas pontuações de atributo, pelo menos temporariamente. O aumento dos Atributos Físicos pode compensar o fato de que os Membros podem fazê-lo facilmente, mas o aumento da Manipulação também pode ser aconselhável quando se lida com os mortos-vivos desonestos.


  •  A Poção da Alquimia Bebida de Sete Dias de Repouso é inestimável, dado que um Renascido associando-se a vampiros pode precisar estar ativo por períodos de 24 horas com bastante frequência (como se precisasse ser dito, o Mesektet provavelmente não é a melhor escolha de Amenti para misturar-se com vampiros).



  •  O feitiço Necromancia Julgar a Alma é uma boa escolha para qualquer Amenti que queira ajudar os Membros a reter sua Humanidade.



  •  Finalmente, o feitiço Celestial Sahu-Ra é um excelente ás na manga, embora possa ser aconselhável para a múmia manter segredo até que ela precise utilizá-lo.



"O ontem me criou; Eis hoje; Eu crio os amanhãs." - Asurk III, Imkhu dos Khri-habi; Vizir Shemsu-Heru.




A ARTE DO CROSSOVER NO MUNDO DAS TREVAS

Esta é uma publicação com base fiel à Múmia: A Ressurreição e as informações sobre o jogo você pode encontrar clicando (Aqui).

Múmias entre Vampiros faz parte da série "A Arte do Crossover no WoD" onde indicamos as informações mais precisas sobre como inserir uma Múmia em outros grupos de criaturas sobrenaturais. 

Mais informações sobre Crossover: 
                                       Clique➤ Parte I: Introdução das Múmias.
Acompanhe também estas interações: 
                                       Clique➤ Parte III: Múmias entre Lobisomens.
                                               CliqueParte IV: Múmias entre Magos.

0 Comentários