Criança da Noite em Destaque - Siegfried


Siegfried era um líder visigodo* que em 378 D.C. ajudou a derrotar o exército do imperador romano e a iniciar as invasões germânicas no Império. Impressionado com a inteligência e o sucesso do bárbaro, um ex-cônsul romano chamado Regulus visitou Siegfried e ofereceu-lhe o benefício da imortalidade. Siegfried, sem saber o preço aceitou e ficou chocado com sua sede de sangue. Seu horror não conhecia limites, ate que em um frenesi, ele matou Regulus e bebeu seu sangue. Por quase nove séculos, Siegfried foi caçado ao redor da Europa pelos Ventrue por sua Diablerie. Finalmente, no entanto, a extinção de Regulus foi esquecida em face de outros problemas, e Siegfried se juntou às fileiras do clã pela primeira vez.

*Visigodo: Os visigodos foram um dos povos germânicos (bárbaros), originários do leste europeu,  que invadiram o Império Romano do Ocidente nos séculos IV e V. Os visigodos foram um ramo ocidental do povo godo. 

Siegfried ficou fora da política na medida do possível, preferindo ficar longe de qualquer lugar que o perigo parecesse iminente. Ele também ficou longe de vampiros em geral e ficou em cidades pequenas sem populações de vampiros, sempre que podia. Durante uma das mudanças de Siegfried, ele conheceu um companheiro de clã Ventrue (e “Bárbaro”) chamado Hrothulf *. Parecia que ele também havia destruído seu senhor e lutado contra os romanos. Um vínculo de amizade cresceu e juntos viajaram por algum tempo, até que Siegfried sentiu que era hora de entrar no sono dos anciões.

*Hrothulf: Informações do personagem podem ser encontradas no suplemento Milwaukee By Night. Foram os contos sobre a Inglaterra de Hrothulf que encorajaram Siegfried a viajar para lá após o despertar do torpor. Enquanto esteve lá, ele testemunhou uma linda donzela que iria ser oferecida ao Sol. Quase sem pensar, Siegfried lutou contra os membros da Inglaterra e fugiu com a mulher que lhe contou sobre a terra do outro lado do oceano.

Siegfried viajou para o Novo Mundo depois de salvar a inglesa Julie Foster. Seu movimento foi uma tentativa de escapar da política do clã e das lutas de vampiros na Europa, que não mudaram por centenas de anos. Mais de mil anos após seu Abraço, ele encontrou alguma medida de paz com os nativos da América. Enquanto outros vampiros chegavam ao Novo Mundo e a política que ele deixara para trás parecia segui-lo. Siegfried mudou-se para o oeste e finalmente estabeleceu sua própria cidade, onde ele poderia de uma vez por todas escapar da intriga da existência vampírica. Poucos percebem o quão poderoso Siegfried é. É essa subestimação que o ajudou a manter Vancouver e manter a cidade fora do alcance do Sabá e da Camarilla.

Senhor: Regulus
Natureza: Arquiteto
Comportamento: Juiz
Geração:
Abraço: 378 D.C
Idade Aparente: 22
Atributos:
Físicos: Força 5, Destreza 6, Vigor 5
Sociais: Carisma 5, Manipulação 7 Aparência 4
Mentais: Percepção 5, Inteligência 7, Raciocínio 5
Habilidades: Atuação 3, Prontidão 4, Briga 5, Diplomacia 7, esquiva 4, Empatia 4, Intimidação 6, Liderança 7, Arquearia 4, Condução 2, Etiqueta 3, Armas de fogo 5, Caçada 3, Máscara 3, Armas brancas 4. Música 3, Furtividade 4, Sobrevivência 3, Burocracia 5, Computador 4, Finanças 4, História 4, Cultura dos membros 3, Direito 3, Linguística 4, Cultura Lupina 4, Política 5
Virtudes: Consciência 4, Autocontrole 5, Coragem 5
Disciplinas: Auspícios 5, Rapidez 4, Dominação 7, Fortitude 5 , Ofuscação 3, Presença 7, Metamorfose 3, Taumaturgia 3 (Rituais: Defesa do refúgio sagrado, Despertar com o frescor do anoitecer, Proteção contra o mal da madeira, Toque do demônio e quaisquer outros rituais ou caminhos que você deseja usar)
Antecedentes: Aliados 5, rebanho 3, Influência 3, Recursos 5, Lacaios 5, Status 5
Humanidade: 5
Força de Vontade: 9
Pontos de sangue/ Max por turno: 30/6

Imagem: Siegfried é um homem alto e musculoso, com cabelos  loiros até o ombro.  Ele tem olhos verdes penetrantes e nunca parece sorrir. Siegfried geralmente se veste com ternos escuros e conservadores

Dicas de Interpretação: Siegfried está acostumado a estar em uma posição de poder bastante confortável. Ele era um líder muito atencioso quando  estava vivo, e um pouco dessa compaixão o seguiu para a sua vida pós a morte. Siegfried vê sua cidade como um refúgio contra caçadores e fez muitas leis restritivas para garantir a paz.

Refúgio: Siegfried tem vários refúgios em Vancouver, mas seu favorito é nas catacumbas sob o Hospital Geral de Vancouver.

Influência: Ser príncipe da cidade dá a Siegfried uma imensa quantidade de influência, que não se limita a Vancouver. Muitos príncipes poderosos devem favores a Siegfried e sabem que é apenas uma questão de tempo até que ele os convoque. A paz que ele manteve em Vancouver, entre os clãs e com os Garou, impressionou até  mesmo os mais poderosos da Camarilla. Ele tem um status elevado entre todos os vampiros e clãs.

Referência: Werewolf: The Apocalypse Dark Alliance Vancouver pág 97


Nem Camarilla, nem Sabá. Nem primógeno ou Justicar.

Príncipe Siegfried de Vancouver.

 A seguir, tradução do trecho do material oficial The Prince's Primer pág 117:

“(...)A severidade das leis do príncipe e a brutalidade com as quais ele estava as aplicando, habilitavam Vancouver para se tornar uma raridade na sociedade Vampírica; Vancouver é comandada somente por seu príncipe. Não há nenhuma ajuda aberta da primigênie ou outros líderes de clã, ou dos outros clãs, à propósito. Seu comando  não é reconhecido nem pela Camarilla, nem o Sabá. Vancouver atingiu o estado de uma cidade neutra onde qualquer membro pode solicitar ao príncipe para ficar, tão logo como eles escolhem aceitar as leis dele. Também é um das poucas cidades que mantiveram paz prosperamente com os Lupinos.

Siegfried também cultivou seu poder pessoal. Vários príncipes devem benefícios a ele e a paz que ele aplicou na cidade impressionou os anciões da Camarilla. Embora eles sejam contrários em admitir isso, os Justicares da Camarilla consideram o sucesso de Siegfried em Vancouver, um padrão com base nos quais todos os outros príncipes deveriam modelar os esforços deles.”

0 Comentários