Personagem Oficial Brasileiro: Almiro Suarez


Com o advento da industrialização e da globalização, as densas cidades de muitas nações tornaram-se lugares de oportunidade. Aqueles que conseguiam aprender as habilidades técnicas obtinham grande quantidade de dinheiro como trabalhadores ou investidores quando os negócios internacionais chegaram pedindo para estabelecer seus negócios. A família de Almiro conseguiu tal feito. Originalmente de classe baixa, a família de Almiro mudou-se para o Rio quando ele era jovem. Lá, seu pai garantiu uma educação à noite enquanto trabalhava como um operário durante o dia, e conseguiu um emprego trabalhando para uma companhia telefônica. Almiro passou de um garoto desalinhado nas ruas a ter perspectivas reais, e tirou vantagem delas – educou-se em eletrônica e engenharia da comunicação, e passou a seguir os passos do pai.

Almiro fez muitos contatos durante o curso de seu emprego, muitas vezes através do rádio, computador ou outras mídias anônimas. Um destes contatos foi Ramon Alvaro, que inicialmente pediu ajuda para consertar as linhas telefônicas em sua casa – o cabeamento antigo havia se deteriorado com o tempo, e Almiro tinha de substituir vários conectores. Ramon, explicando que trabalhava à noite, convidou Almiro para ficar para uma bebida, tão ostensivamente que Almiro podia explicar a tecnologia por trás do cabeamento do telefone, o trabalho de reparo que fez e como modernizar a estrutura. Eventualmente a discussão desmembrou-se para times de futebol, com Almiro e Ramon defendendo seus jogadores preferidos e discutindo animadamente a estupidez universal dos técnicos. Almiro e Ramon trocaram correspondências desde então, mas Almiro não percebeu que Ramon o estava considerando para o Abraço até dois meses depois, quando Ramon pediu para que Almiro aparecesse numa festa à noite e não especificou que os participantes eram Membros. Almiro acordou da festa como um dos mortos vivos, e tem feito malabarismos com sua agenda de trabalho para manter seu emprego (ele conseguiu mudar para o atendimento de emergência às noites e madrugadas, em casos onde temporais ou desastres destruam partes da rede telefônica).

Cerca de um ano após a conversão de Almiro, o círculo do Regente Johansen chegou para rastrear um culto local, que usava e-mails criptografados, redes distribuídas, negociação de ações e espionagem industrial para espalhar suas missivas ocultas pelo Rio, Nova York e Bangladesh. Os Tremere do Brasil não se preocupavam tanto pelo culto quanto estava interessado em como ele havia adquirido textos com ritos de adoração Daquela Que Grita nas Trevas, a figura da deusa maligna do culto. Desenterrar as fontes do culto exigia alguém capaz de anular os sistemas de comunicação do culto, o que significava um Tremere moderno. Almiro se enquadrava, e Varya pediu sua ajuda. Almiro viu a tarefa como um desafio, e embora levasse vários meses de trabalho dedicado, ele conseguiu perfurar uma das linhas de computador do culto, copiar seus arquivos por duas semanas e descobrir as fontes originais. Seguindo seu sucesso, Almiro solicitou a chance de seguir o caso, e juntou-se ao círculo enquanto partia para os Estados Unidos para a filial de Nova York. Almiro apreciou o trabalho e também viu a oportunidade de fazer mais contatos difundidos, especialmente importantes dada sua geração relativamente alta e herança moderna.

Imagem: Um cara agradável e resmungão, Almiro de muitas formas exemplifica o Membro moderno. Ele usa calças e camisa que se esperaria de um profissional de tecnologia, carrega um beeper, presta atenção em sua higiene pessoal e por vezes tem uma pequena valise negra com equipamentos de diagnóstico elétrico e um computador portátil. Almiro tem apenas 1,80m, com um nariz um tanto demasiado e pele morena que se tornou pálida com sua condição vampírica. Ele sorri muitas vezes por hábito.

Dicas de Interpretação: Quebra-cabeças intelectuais ainda o fascinam, o que é uma coisa boa por você ter se encontrado escorregando de seu temperamento comum com frequência cada vez maior. Você gosta de falar, principalmente sobre temas extravagantes, ou sobre nada em particular. De tempos em tempos você tenta acompanhar os placares dos jogos, mas está começando a desistir; você não tem tempo. Por outro lado, você ressente um pouco de seu tratamento no círculo – Varya ostenta sua idade e autoridade – mas por outro lado, seu contato com a tecnologia moderna torna-o indispensável. Para compensar, você não se importa em explicar o que está fazendo quando um problema técnico se apresenta; você apenas o resolve e, se alguém perguntar o que está fazendo, você dá uma explicação pronta para fazer soar simples (e faz o grupo indagante parecer estúpido). Você anseia pela oportunidade de encontrar outros Membros e gosta de trocar histórias, sejam elas eventos reais de seus respectivos passados ou apenas anedotas sociais.

Resultado de imagem para tremere clan logo

Senhor: Ramon Alvaro

Natureza: Celebrante

Comportamento: Arquiteto

Geração: 12ª

Abraço: 1991

Idade Aparente: meio dos 20

Físicos: Força 3, Destreza 3, Vigor 3

Sociais: Carisma 3, Manipulação 2, Aparência 3 Mentais: Percepção 4, Inteligência 4, Raciocínio 4

Talentos: Prontidão 3, Esportes 2, Briga 2, Esquiva 2, Empatia 1, Manha 2

Perícias: Ofícios (engenharia elétrica) 4, Condução 2, Armas de Fogo 1, Segurança 2, Furtividade 2 

Conhecimentos: Acadêmicos 1, Computador 3, Finanças 2, Investigação (pesquisas de computador) 4, Linguística 2 (Latim, Inglês), Ocultismo 3, Ciência 4

Disciplinas: Auspícios 1, Taumaturgia 3

Trilhas Taumatúrgicas: Controle de Elementais 3, Tecnomancia 1

Rituais Taumatúrgicos: (Nível Um) Comunicar-se com o Senhor, Criptografar Missiva, Papelada Oportuna; (Nível Dois) Condenação Burocrática, Foco Principal de Infusão de Vitae; (Nível Três) Telecomunicação, Ajudante de Sangue

Antecedentes: Aliados 1, Contatos 3, Recursos 2, Status 1

Virtudes: Consciência 4, Autocontrole 3, Coragem 3 

Moralidade: Humanidade 7

Força de Vontade: 6


Referência:

Vampire The Masquerade - Clanbook: Tremere (Revised), p. 93, 94

0 Comentários