Vampire Bloodlines 2 - Tudo que você quer ver e precisa saber sobre o jogo!


São exatamente duas horas da manhã, eu viajo a trabalho as seis em ponto, mas não posso ir dormir sem antes escrever isso: EU DISSE!!!! E que felicidade em poder dizer isso no dia de hoje! Como havíamos antecipado, desde os primeiros rumores no ano passado, até a descoberta sobre o evento de apresentação pelo aplicativo Tender em primeira mão na semana passada, Vampire Bloodlines 2 finalmente foi anunciado para nosso deleite queridos fãs. Parece que foi ontem, mas ao contrário dos anti-heróis do jogo, estamos ficando velhos rs! Já se passaram 15 anos desde que Vampire: The Masquerade - Bloodlines original foi lançado. Um RPG de ação, desenvolvido pela extinta Troika, tornou-se um clássico e é fácil perceber porquê. Em comparação com outros jogos da época, ele oferecia uma mistura única de interpretação de papéis, narrativa e combate, ao mesmo tempo quem que conseguia transpor para a tela, as melhores partes do jogo de mesa.

Hoje em dia, os jogos são extremamente bons em balancear esses múltiplos elementos, gêneros e estilos de jogo, então o Bloodlines 2 isso não será particularmente inovador. No entanto, existem elementos-chave que a Paradox e a Hardsuit mostraram na versão pré-alpha onde os desenvolvedores esperam ter conseguido homenagear o jogo mais antigo, e ainda expandi-lo. Então antes de trazer todas as informações desse anóncio bombástico, confira abaixo o maravilhoso trailer do jogo e tire suas primeiras conclusões se eles realmente conseguiram atingir esse objetivo:



SOBRE OS BASTIDORES DO JOGO

A principal notícia é que muitos dos desenvolvedores do primeiro jogo estão nesse novo projeto. A Hardsuit escalou novamente Brian Mitsoda, como o principal designer de narrativa. Ele promete manter o tom escuro e noir, assim como o clássico nevoeiro.

"Para quem já jogou o primeiro", disse Mitsoda, "eles vão começar a jogar e imediatamente se sentirão em casa"

Na pré-estréia de ontem, os desenvolvedores explicaram que eles usaram o último jogo como um trampolim, pegando elementos que podem não ter sido ideais na época e tentaram aperfeiçoá-los com a tecnologia atual. No primeiro Bloodlines, por exemplo, você é colocado imediatamente no meio de todo intriga política que define os RPGs do Mundo das Trevas. A questão é que as pessoas que entram no jogo atualmente podem não estar familiarizadas com toda carga histórica que o cenário carrega.

"No primeiro jogo você acaba a criação de personagem e já é lançado sem um entendimento completo do que você está se metendo", disse Rachel Leiker, principal designer da Hardsuit. "Para este jogo, queríamos que você se concentrasse em construir seu vampira antes de levá-lo para o ambiente do clã, porque esses dois elementos podem oferecer duas experiências diferentes durante o jogo."


Os fãs mais familiarizados com a série não sofrerão com nenhuma complexidade. O criador de personagem não só permitirá que você escolha como você vai ser esteticamente, mas também que você escolha quem você era antes de se tornar um vampiro. À medida que o jogo avança, você poderá escolher o seu lugar entre cinco clãs do jogo, e descobrir o mistério do por que você se transformou e como o clima político dos Membros está mudando em Seattle.

Aqueles com experiência na série sabem que sua aparência exterior não é apenas excelente para construir seu personagem, mas também para informar como os outros personagens do universo do jogo interagem com você. Felizmente isso irá continuar valendo em Bloodlines II. À medida que você decide se vai se alimentar constantemente, qual clã irá fazer parte, seu estilo de jogo mais ou menos agressivo, entre outros fatores... TUDO ISSO irá mudará as missões que você vai encontrar,  interferirá diretamente nas opções de diálogo que você terá no jogo e em geral, como as pessoas reagirão a você.

A escolha do jogador foi uma parte fundamental no jogo clássico, e os desenvolvedores queriam manter isso. Tudo contribui para a história que você terá que progredir e coisas que parecem insignificantes; quanto escolhas de diálogos em meio a eventos durante a história principal, podem ser impactadas por suas decisões. Não está claro ainda quantos estilos de jogo, tipos de personagens existem, mas Leiker disse que haviam "muitas".

"Nós construímos sistemas e experiências para garantir que o jogador tenha total controle sobre o tipo de coisa que eles querem fazer no jogo", disse ela.


SEATTLE AO INVÉS DE LOS ANGELES


Uma grande mudança entre os dois jogos é a localização. O primeiro aconteceu em vários lugares ao redor de Los Angeles, enquanto o segundo será em Seattle. A última cidade não aparece proeminentemente em nenhuma das campanhas oficiais do jogo de RPG, mas foi escolhida porque é onde a Hardsuit é localizada. E eles acharam que também seria um ótimo cenário para Vampire: The Masquerade, que terá como tema uma história que é intrinsecamente sobre conflito político e progresso versus tradição.

"Há muita história aqui", disse Martin Ka'ai Cluney, diretor de criação da Hardsuit. "Seattle historicamente é uma cidade pioneira, progressista e tradicional. Nos últimos anos, Microsoft, Amazon, e toda essa nova tecnologia está afetando Seattle. Definitivamente há um constante empurrão entre progresso e tradição na cidade. Isso reflete temas maiores que passam por todo o país e em todo o mundo. Além disso, parece ótima à noite. E sempre tem chuva. Não é isso não é tudo que um vampiro quer?

Eles queriam estabelecer um forte sentimento de que o lugar era importante para eles. Seattle em Bloodlines 2 como Martin disse, será cinza e chuvosa, com esparsas luzes de rua brilhantes. Tudo será mais melancólico, repleto de becos, clubes noturnos e prédios altos que você poderá escalar. Mas há também uma camada subterrânea, onde os restos mortais desde 1800, que queimaram até o chão, estão enterrados. Você poderá saltar e rastejar em torno de ambos, e este jogo é certamente mais elegante visualmente do que seu predecessor. 

A história e o conhecimento profundo são elementos que você pode desejar. Dominic um dos NPC´s do jogo vem pesquisando os clãs de vampiros, e também a história de Seattle como uma cidade dirigida por criminosos. Você inicialmente irá encontrar um apanhado inicial de pesquisa em seu apartamento. No mundo de Bloodlines II, eventos do mundo real têm reviravoltas sobrenaturais, e você pode encontrar esses detalhes enquanto explora o cenário. Há também uma sidequest onde você pode encontrar todos os outros humanos que foram transformados na noite em que você estava. Tudo sobre isso será opcional, mas grande parte do jogo mora nos detalhes repletos de profundidade e significado e não apenas na jogabilidade. Bloodlines II parece ser um jogo que é tanto sobre a cidade quanto sobre você, o protagonista.


OS PRIMEIROS 30 MINUTOS DO JOGO


De forma bem semelhante ao original, a primeira coisa que você vai experimentar em Bloodlines II é um tribunal onde você será o único em julgamento. Um homem careca irá lhe dizer que há duas semanas atrás, você foi criado durante um ataque por um vampiro e ele irá querer saber o porquê. Um flashback vai te mostrar que você estava andando pela Pioneer Square em Seattle, quando um grupo de vampiros começou a atacar cidadãos aleatórios e a criar novos Membros sem a permissão do clã.

Mas você não vai saber muito mais do que isso e ao recontar sua história, e pra começar o game a mil, o representante dos clãs em guerra irá começar a lutar com você enquanto todo o lugar arde em chamas. Você foge para o metrô de Seattle e descobre que os sentidos aumentaram e que tem novos poderes. É aqui que o jogo começa a apresentar três poderes que você pode escolher: "Chiropteran", que te dará o poder de voar na forma de uma nuvem de morcegos; "Nebulation", onde você terá o controle sobre uma forma de névoa; e "Mentalism", onde você usará habilidades como telecinesia para lutar e se mover.

Você consegue fugir, mas é confrontado por um homem com um celula e percebe que ele está sendo controlado por uma mulher misteriosa que está do outro lado da linha, e ela diz a você, o que você é e o que você precisa fazer. "Há um homem no cais que pode ajudar", completa. Ela também te alerta que você precisa se alimentar, então você drena o sangue do pobre homem a sua frente.

Você chega ao píer após seu primeiro encontro de combate e se depara com um homem chamado Dominic. Ele diz a você que há algo misterioso acontecendo na parte baixa da cidade e lhe dá um endereço para um apartamento, mas ele é logo decapitado por um assassino de cabelos grisalhos. Ele também está prestes a te matar, mas diz que você não está na lista dele e por isso deixa você ir.

Você vai ao apartamento onde conhece outro vampiro chamado Dale. Ele lhe dá algumas noções básicas sobre o mundo; que existem clãs em guerra e que, como um vampiro sem clã, você está em perigo imediato. Ele diz para você ficar longe da luz do sol e fora do caminho dos humanos normais. É dai que vem o termo "Máscara" pois os Vampiros não devem revelar-se aos seres humanos e fazer disso uma de suas violações principais. Ele então te dá a chave do apartamento e deixa você ir.

Deste ponto em diante, seu personagem está livre para poder sair explorando o que quiser pelo jogo, seja para alimentar, lutar contra inimigos, encontrar pistas para o mistério maior do jogo ou para testar seus poderes. Há um enredo principal, mas todo o resto agora é com você.


TIRANDO ALGUMAS DÚVIDAS


Porra Pride ta escrito ali "Vampiro sem Clã"??? Calma... Eu explico; Sim, você vai poder escolher o seu clã, embora as opções ainda não estejam confirmadas. Durante a transmissão do anuncio oficial eu definitivamente ouvi a palavra Tremere mencionada. Essa escolha vai acontecer depois, no entanto, você realmente começa como um sangue-fraco e você terá que trabalhar para obter o status de clã completo durante o jogo. Mas como adiantamos acima, você inicialmente começará com três incríveis poderes.

Sobre a Máscara, como no antecessor, se você alimentar-se de alguém em público ou transformar-se em morcego na frente de um bar, você terá problemas não apenas com a polícia, mas também com alguns "cães de guarda" sobrenaturais. O sistema da humanidade retorna, então matar inocentes aproxima você da besta interior. O jogo é em primeira pessoa, mas sim, você vai poder personalizar o seu personagem e desta vez você pode escolher um background humano que vai afetar a forma como você aborda os problemas ou fala com as pessoas. Os dois exemplos que eu vi foram o de policial e legista, mas se você quiser um começo básico, sem bônus, pode ser um barista, que Mitsoda descreveu como a classe padrão em Seattle.

Eles não confirmam ou negaram se ainda há um talk show de rádio como no antigo, mas Mitsoda disse que eles estão tentando manter esse sentimento nostálgico em Bloodlines, há "definitivamente algo pode ser assim" Então, eu não sei, talvez um podcast?

Sobre rever alguns rostos familiares, (acho que vi uma silhueta embaçada de  Nines Rodriguez) tudo o que Mitsoda disse foi: "Este jogo o ainda está no mesmo universo". Então ... poderia ser?????

Quanto ao combate parece infinitamente melhor do que no original, incluindo ataques corpo a corpo, um "backflip" por cima da cabeça de um inimigo, e pegar armas em uma base ad-hoc. Houve uma animação muito legal do personagem descobrindo que a espingarda estava vazia e jogando-a de lado. Para aqueles que gostam de evitar o combate, acredito que além da fase do tutorial, haverão oportunidades de evitar o confronto descobrindo formas de contornar isso no ambiente. No jogo seremos encorajados a olhar para o mundo como um vampiro, e isto significa que paredes com vários metros de altura são facilmente escaláveis, cadeiras podem ser levitadas para longe das portas, pequenas frestas podem ser atravessadas na forma de uma nuvem de fumaça. Você também pode tentar sair de uma situação tensa melhorando seus níveis de carisma e persuasão porque, sim, obviamente, isso ainda está lá no jogo também.

Eles também disseram que eles estão tentando ampliar em Bloodlines 2 o leque de relacionamentos para além da fantasia sexy mais masculina do original, de modo a atrair mais pessoas dessa vez.

Haverá também narrativas ramificadas e uma tonelada de missões secundárias. Desta vez, você pode escolher em qual facção você trabalha, em vez de ser forçado a trabalhar para a Camarilla. Você também poderá  irritar uma facção a ponto deles se recusam a trabalhar com você rs!

Muitas pessoas preferiam quando podiam sair livres pelo mundo, fazendo missões secundárias e obtendo reatividade para o que estavam fazendo”, e Mitsoda disse que essas micro histórias que cobriam todo o jogo definitivamente estarão presentes. Além disso essas missões secundárias não serão todas marcadas para você, e você pode buscá-las de várias maneiras. Você tem um telefone, por exemplo, e pode encontrar missões secundárias enviando mensagens de texto para as pessoas que conhece. Em particular, Ellison é responsável por escrever uma série de missões secundárias envolvendo seus companheiros sangues fracos. Se você quiser, pode rastrear todos que foram transformados ao mesmo tempo que você e ver como eles estão lidando com a transição. Ele afirmou estar extremamente interessado nesse período de transição, que marca o liminar entre deixar sua humanidade para trás e aprender o que é se tornar um vampiro de verdade.

Haverão cargas emocionais para explorar entre diferentes pessoas de diferentes origens e que terão todos esses problemas distintos com os quais eles provavelmente ainda terão que lidar como vampiros. Algumas pessoas podem estar lutando para deixar a família para trás, enquanto outras podem olhar para os problemas com uma nova perspectiva e serem capazes de resolvê-los. Ellison acha que coisas como você se sente humano, e como você se sente monstro, são questões realmente interessantes de se abordar, especialmente para um novo vampiro.

Infelizmente, na demonstração, conhecemos apenas alguns personagens e apenas um por um curto período de tempo. Seu vizinho no jogo é um vampiro descaradamente covarde. Ele está desesperadamente tentando não escolher um lado na guerra de facções, então não sai de seu apartamento para caçar e depende de bolsas de sangue para sobreviver.

Você, no entanto, definitivamente caça, mas desta vez o sangue tem um sabor que será chamado de "Ressonâncias", você poderá usar seus sentidos de vampiro aprimorados para ver quando seus alvos estão experimentando uma emoção intensa. Inicialmente descobrimos sobre cinco dessas emoções: medo, desejo, dor, alegria e raiva. Os humanos vão emitir uma aura brilhante, como enormes luzes de Natal dependendo do sentimento que a estiver influenciando; rosa para desejo ou vermelho para raiva. Beber uma pessoa com uma ressonância particularmente forte, dará um bônus imediato, como aumentar seu poder de combate corpo-a-corpo, mas cuidado, com o tempo você pode adquirir um gosto por uma certa ressonância se beber muito dela. Isso pode conferir "buffs" permanentes chamados Merits. Kipling descreveu isso como uma maneira de dar ao jogador mais agilidade na forma como progride no jogo; “Você pode determinar como jogador no que você quer se concentrar dentro das opções de ressonância. Isso vai impulsionar sua experiência de caça nos tipos de pessoas que você está procurando ”, disse ele. "É importante para nós garantir que o jogador possa se expressar de uma forma consistente com quem ele é como jogador, tanto no jogo quanto na personalização".

Existe muito a ser revelado para um jogo que, como Ellison disse, todos parecem estar esperando por toda a vida. É incrível o número de pessoas que têm um amor tão forte pelo jogo original. O conteúdo "Fan Made" constantemente atualizado é um testemunho disso. E eu sei que vocês estão se perguntando sobre isso, se a sequencia também estará aberta para isso...

E a resposta é a cereja no bolo dessa materia... Sim! Se vocês olharem para os outros produtos da Paradox, obviamente há um forte compromisso com a base de fãs e conteúdo gerado pelo usuário e criadores de Mods. Kipling disse no evento, que isso seria "parte integrante" de sua abordagem ao fazer um verdadeiro sucessor para Bloodlines. A Paradox também é conhecida por seu suporte pós-lançamento, o que inclui o Bloodlines 2. "Eu não sei quantos DLC´s haverão, mas eu sei que alguns clãs serão adicionados ao jogo após o lançamento, e que estes serão GRATUITOS para todos os jogadores", completou ele para o delírio desse que vos escreve.


CONSIDERAÇÕES FINAIS


Como na análise do jogo do Lobisomem o Apocalipse que fizemos, é difícil de dizer pra vocês como será o jogo apenas por trailers e imagens de lançamento, quando tudo o que temos é uma versão pré-alpha de tudo. Mas há muita promessa de diversão para os fãs do RPG. O World of Darkness tem fãs, não apenas porque você pode jogar com criaturas sobrenaturais, mas porque você pode se envolver com um sistema muito maior de intriga política e estratégia social e a Hardsuit parece entender que a liberdade e uma narrativa complexa, é a chave do sucesso para Vampire: The Masquerade e o quanto isso deve ser incorporado na fundação do jogo. E dentro de um quadro maior, vendo tudo que vimos, as expectativas são muito boas.

Ainda não está claro o quão grande o jogo será, quantos jogadores ele suporta ou até mesmo quais clãs estão envolvidos (isso será revelado em uma data posterior), mas com base no que vimos, há muito o que esperar, mesmo para novos jogadores da série.

Por fim, deixo pra vocês o hype da resposta dada por Mitsoda, quando perguntado sobre o que os fãs poderiam esperar  de Bloodlines 2 disse: “Esta é a sequencia que você estava esperando. Vai ser Bloodlines, como você se lembra. Mas melhor."

O Bloodlines 2 já está disponível para pré-encomenda no Steam, na Epic Games Store, na GOG e na Paradox Store por U$ 60,00. A Paradox também está oferecendo um Seasson Pass chamado "Season of the Wolf" (Será que teremos Lobisomens????) por U$ 90,00 que dá aos jogadores acesso a  um conteúdo adicional na história que deve ser disponibilizado após o lançamento. O jogo deve estrear no primeiro trimestre de 2020 no PC, PlayStation 4 e Xbox One.

E ai??? Vocês tão estão animados com o novo game de Vampire: The Masquerade? Vocês jogaram o primeiro jogo? Respondam nos comentários!


Perdeu a transmissão ao vivo do lançamento do game?  Sem problemas, cobertura completa do evento AQUI

10 Comentários

  1. Fenomenal, não vejo a hora de poder jogar essa maravilha ����������

    ResponderExcluir
  2. Cara, tenho que confessar. Estou tomado de uma ressonância de excitação. A única de medo é com relação aos poderes que o personagem já vai ter no início do jogo. Parece ser algo overpower... Não conheço o V5 bem ainda mas, se não for algo que exista uma correlação aos poderes do jogo de mesa, pelo menos, eu não gostei... telecinese? Se tornar uma nuvem de morcegos? Tá parecendo o Kain de Legacy of Kain: Soul Reaver defience. Em fim, é só uma mecânica. Se houverem realmente todas essas possibilidades de interferir na narrativa, personagens oficiais do WoD, uma boa trama e conteúdo extra, não há como não amarmos. Ansioso já!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todos os poderes mencionados estão presentes no V5. Trata-se de uma pseudodisciplina chamada "Alquimia de Sangue Fraco".

      Excluir
  3. Eu não vejo a hora cara, já montando a nova configuração kk

    ResponderExcluir
  4. Vocês não tem nenhum grupo de whatsapp ou telegram junto com os leitores? se possível teria como abrir um grupo nessas redes sobre Wod?

    ResponderExcluir
  5. Hahaha não vamos julgar ninguém pelo excesso de hype! Estamos no mesmo clima de euforia. Gostamos muito do que vimos e da proposta, vamos aguardar o gameplay...

    Quanto ao grupo de Whats e Telegram ainda não temos, por enquanto só o Face e Insta, mas podemos pensar em algo assim se a galera curtir a idéia

    ResponderExcluir